Os 10 Piores Erros Cometidos no Marketing Médico

As ações de marketing nem sempre são fáceis de serem aplicadas no dia a dia, principalmente se você é um profissional muito atarefado e não tem ninguém para cuidar das questões de marketing para você. É por isso que muitos médicos acabam cometendo alguns erros ao colocar essas ações em prática de forma errada. Plano de Negócio para Clínicas e Consultórios Médicos

Quer saber quais são os 10 piores erros cometidos por médicos em suas estratégias de marketing? Então confira este artigo até o final e aprenda a não cometer os mesmos erros em suas ações de marketing.

erros marketing médico

1. Não ter um site profissional

O primeiro grande erro é não ter um site profissional. Ser encontrado na internet é uma tarefa bastante difícil, e ela se torna quase impossível sem um site profissional. Para ser encontrado você precisa se posicionar na internet, e isso acontece mais facilmente com a ajuda de um site profissional. Veja quanto custa para criar um site para a sua empresa/negócio

Todo médico é visto na internet como uma espécie de marca, por isso, os profissionais que querem se destacar precisam ter uma marca própria com aspectos que destaquem o profissional através do marketing pessoal. Uma das formas mais simples de fazer isso é através de um site profissional.

2. Não fornecer informações importantes

Além de ter um site, o médico precisa informar para os visitantes seus dados de contato, especialidades atendida pelo profissional, serviços prestados, formas de atendimento, histórico, agenda para consultas, e informações básicas como endereço e dados de contato. Regras do CFM no marketing médico: veja o que pode e o que não pode

Ter um site sem essas informações é o mesmo que não ter um site. Os visitantes chegarão até o seu site, mas não serão direcionados para ações como “marcar consulta”, “ligar para consultório”, “fazer uma pergunta”, entre tantas outras ações que podem ser direcionadas para aumentar o tráfego e a credibilidade no site.

3. Ter um site que não é responsivo

Assim como no erro número 2, ter um site que não é responsivo é o mesmo que não ter um site. Isso porque atualmente muitas pessoas acessam a internet através de dispositivos móveis. Aliás, a maior parte dos acessos à internet no mundo ocorrem por meio de dispositivos móveis.

O site responsivo nada mais é do que um layout próprio que se ajusta de acordo com o tamanho da tela do dispositivo móvel que acessa o site. Isso significa que o seu site poderá ser acessado por qualquer dispositivo e ele ajustará automaticamente para as dimensões do dispositivo sem que o visitante precise aproximar a tela para ler as informações. Marketing Digital para Consultórios Médicos: 7 razões para você fazer

4. Deixar o SEO de lado

Para se posicionar nos mecanismos de busca é preciso se dedicar ao SEO (Search Engine Optimization). Se você não sabe o que é isso, recomendamos estudar as principais técnicas de SEO para otimizar seu site da maneira correta ou contratar um profissional especializado no assunto para te ajudar com esta questão. SEO LOCAL: dicas para atrair clientes para Negócios Locais

O SEO nada mais é do que técnicas de otimização focadas nos mecanismos de busca, como o Google. As técnicas visam posicionar o site da melhor forma possível nas buscas realizadas pelos usuários. Ou seja, quando um usuário pesquisar por médico em sua cidade, o seu site médico poderá aparecer em primeiro lugar na página do Google caso você tenha uma boa otimização.

5. Não fazer parte do Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio está entre as plataformas mais úteis para quem quer divulgar um negócio. Não importa se você é um prestador de serviço ou um comerciante, o Google Meu Negócio se adapta a todo tipo de negócio, desde que ele seja local. Como Cadastrar Empresa no Google Maps

Para divulgar a sua clínica ou consultório no Google Maps, por exemplo, você precisa ter cadastro no Google Meu Negócio. Saiba que essa é uma das estratégias mais simples e eficaz para aparecer na primeira página do Google de forma orgânica.

Isso porque ao cadastrar sua clínica, você deverá inserir palavras-chave relacionadas a sua área de atuação juntamente com a localidade onde você atende. Por exemplo, “clínica de psiquiatria em Guarulhos, SP“, “dermatologia na Grande São Paulo, SP“, entre outros palavras-chaves deste tipo.

6. Não ter perfil nas redes sociais

Divulgar nas redes sociais é uma estratégia muito simples que funciona muito bem para quem é médico. Se você não tem perfil nas redes sociais para divulgar os seus serviços saiba que você está deixando um grande meio de divulgação de lado.

Os perfis nas redes sociais são ótimas formas de divulgar seu site, atrair tráfego, ganhar visitantes, aumentar visualizações em vídeos no Youtube, proporcionar engajamento dos seguidores, entre tantas outras ações.

Mas lembre-se, todos os seus perfis devem ser uma extensão do seu site para que seu marketing seja direcionado da maneira correta. Eles devem atrair seguidores para seu site, que é a parte da sua estratégia de marketing onde os possíveis clientes se sentirão mais seguros para entrar em contato com sua clínica. 4 Motivos para você Agendar Postagens no Instagram: aprenda como fazer

7. Não utilizar o marketing de conteúdo

Apenas divulgar seus serviços não é o suficiente no marketing médico. Você precisa se tornar uma referência em sua área de atuação. Para fazer isso, você precisa do marketing de conteúdo em suas estratégias de marketing. Essa ação publicitária consiste em fornecer conteúdos de qualidade com base no que seu público-alvo se interessa.

Nesse caso, é necessário fornecer informações interessantes, relevantes e atrativas para o público-alvo.

8. Não fazer anúncios

Aparecer na primeira página do Google de forma orgânica é incrível. Mas você não precisa se limitar a essa estratégia. Aliás, pagar anúncios também é uma ótima forma de se posicionar em buscas que você ainda não conseguiu otimizar seu site. Por exemplo, se você tem dificuldade em posicionar seu site para buscas com as palavras-chave “oftalmologista na cidade de Guarulhos”, faça um anúncio com essas informações através do Google Adwords.

9. Não se comunicar na internet

Além de divulgar seus serviços e de todas as estratégias que já mencionamos, o médico que deseja aumentar sua clientela deve dar atenção para seus potenciais clientes através de uma comunicação simples e direta.

Os usuários das redes sociais e visitantes do seu site esperam ter suas dúvidas respondidas, por isso, dê atenção sempre que possível para seus possíveis pacientes.

10. Não acompanhar avaliações de desempenho

As avaliações realizadas pelos pacientes são ótimas formas de saber a qualidade com que você oferece seus serviços. Caso você tenha mais avaliações negativas do que positivas, isso significa que é preciso ver o que está errado em seu atendimento. Isso é algo simples de entender, mas muitos médicos deixam essa questão de lado cometendo um grande erro em suas estratégias de marketing.

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

icone google

Quer aprender a posicionar os seus serviços no Google?

Você vai aprender desde a criação do seu site, organização de páginas e postagens, técnicas de SEO para negócios locais, como o Google funciona e como posicionar o seu site nas melhores posições dos buscadores.